sábado, 19 de setembro de 2009

Dai me paciencia

Porque estou quase quebrando a cara dela!
Conversa do almoço: desisti de passar de ano. Quero repetir.
Relato de conversas com amigas: Caçula, você só está pensando no presente, tem que pensar no futuro.
Ai meu DEUS.
Onde eu estava este tempo todo?
Depois do almoço, estudo de matemática. Potenciação. Gritos. Choros. Escandalos. Não vou fazer. Nao quero. Quero repetir. Quero te bater. Se você não fosse minha mãe, já tinha quebrado a tua cara. Lágrimas escorrem. Dela. Conto até 20, 30, mil se for preciso.
Eu no firme propósito de não me deixar enrolar. Resisto. Já estamos nas potências de base 8. Vamos chegar no 10. Ela vai aprender. Vai ter que se esforçar mais para repetir do que para passar. Isto eu garanto.

Nenhum comentário: