quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Comédia

Da série limpando as gavetas, postamos hoje a introdução de um livro que não foi escrito em 2003.


O verdadeiro livro de ouro da auto-ajuda:

Verdades e Mentiras
ou
Tudo o que vc sempre precisou saber sobre “ser mulher” mas nunca achou importante, o que é uma evidente demonstração de resistência





Preliminares ( oba!)


Sabe aquele dia em que vc acorda, se olha no espelho e de repente um sentimento novo e sutil vai se materializando como uma idéia, uma idéia com a força das grandes idéias... Está certo, vc estava a semanas com uma sensação esquisita, um certo gosto amargo. Vc até achava que era o antibiótico que estava tomando contra aquela bronquite que seu analista insistia em chamar de “tussis nervosa”.
Mas hoje vc tem a certeza que algo realmente mudou em sua vida, não é possível mais recuar. Seu analista já prevenira que vc estava a caminho de uma elaboração. É isto – vc não pode se enganar mais. Toda sua vida, então, se revela para vc: você não passa de um nome sujo no SPC com muitos quilos a mais e nunca fez nada importante para a humanidade e para si mesma – e não adianta se consolar lembrando que comprou aquela sandália linda que tanto queria pela metade do preço na liquidação. Não. Agora é definitivo. Você só tem uma saída; se afundar num livro de auto-ajuda.
O seu livro.
Pois bem, este livro é dedicado para todas as mulheres inseguras, gordas, surdas, cegas, pobres, com problemas de relacionamento, de aceitação e de auto-estima.
Seu objetivo é ajudar. Em primeiro lugar, às autoras e suas contas bancárias. É o que é o verdadeiro objetivo de um livro de auto-ajuda. E, depois, desvelando mazelas e armadilhas, revelar os tortuosos caminhos que levam ao conhecimento de si e do mundo que uma mulher necessita para se tornar a mulher. Tudo isso numa linguagem fácil e acessível e por um precinho módico. De quebra vocês acompanharão a aventura épica que nós, as autoras, vivenciamos para nos livrarmos do estigma de fracassadas - e ficarmos por cima (oba!).

Este livro deve ser lido numa tarde de domingo. De preferência uma que tenha uma final de campeonato. Isto não quer dizer que os homens não devam comprá-lo, em absoluto. Recomendamos que comprem, inclusive, mais de um exemplar. O que vão fazer com os exemplares, é uma daquelas difíceis questões existenciais que só o livre-arbítrio humano pode resolver, mas conhecemos vários homens que experimentaram uma melhora sensível em suas vidas depois de adquirirem este singelo livro. Relatos de compradores do sexo oposto não param de chegar em nossas caixas de e-mails. Alguns contam que tiveram uma surpreendente recuperação de dores crônicas na coluna e nos dizem que para isso deve-se adquirir 11 exemplares, que devem ser empilhados em baixo do monitor do computador.
Estabelecidos os limites metodológicos e conceituais do presente trabalho, partimos então para uma grande aventura: revelar a alma feminina. Talvez não consigamos....mas como ninguém consegue, não sentimos nenhuma culpa. Uma frustração que carregamos é a de não sermos nem inovadoras nem desbravadoras no exercício de falar besteiras sobre a condição feminina. Mas neste terreno não estamos sós, estamos muito bem e (como sempre) mal acompanhadas.

2 comentários:

hellomotta disse...

"Pois bem, este livro é dedicado para todas as mulheres inseguras, gordas, surdas, cegas, pobres, com problemas de relacionamento, de aceitação e de auto-estima."

Obrigada pela dedicatória! auhauha

Mulher Asterísco disse...

é universal o+*