terça-feira, 6 de outubro de 2009

DUETO

FILHOTINHA PUBLICA UM POEMA SOBRE REENCONTRO E MAMÃE RESPONDE COM UMA MÚSICA.

Mesmo que Mude

Bidê ou Balde

Composição: Carlinhos Carneiro / Rodrigo Pilla

Ela vai mudar,
Vai gostar de coisas que ele nunca imaginou
Vai ficar feliz de ver que ele também mudou
Pelo jeito não descarta uma nova paixão
Mas espera que ele ligue a qualquer hora

Só pra conversar
E perguntar se é tarde pra ligar
Dizer que pensou nela
Estava com saudade
Mesmo sem ter esquecido que

É sempre amor, mesmo que acabe
Com ela aonde quer que esteja
É sempre amor, mesmo que mude
É sempre amor, mesmo que alguém esqueça o que passou

Ele vai mudar,
Escolher um jeito novo de dizer "alô"
Vai ter medo de que um dia ela vá mudar
Que aprenda a esquecer sua velha paixão
Mas evita ir até o telefone

Para conversar
Pois é muito tarde pra ligar
Tem pensado nela
Estava com saudade
Mesmo sem ter esquecido que

É sempre amor, mesmo que acabe
Com ele aonde quer que esteja
É sempre amor, mesmo que mude
É sempre amor, mesmo que alguém esqueça o que passou

Para conversar
Nunca é muito tarde pra ligar
Ele pensa nela
Ela tem saudade
Mesmo sem ter esquecido que

É sempre amor, mesmo que acabe
Com ele aonde quer que esteja
É sempre amor, mesmo que mude
É sempre amor, mesmo que alguém esqueça o que passou

DAQUI NÃO DÁ PARA POSTAR O TUBE....
PROCURÁ LÁ QUE ACHA
O+*

2 comentários:

hellomotta disse...

não era bem um poema, é trecho de um texto. incompleto, pra variar. =P

"É sempre amor, mesmo que acabe"
as vezes me pego horas pensando nisso.

Mulher Asterísco disse...

Eu também ando pensando nisso...:-(