segunda-feira, 19 de outubro de 2009

A outra

É uma outra a que escreve. Não só meus textos. Acho que é assim mesmo. Precisa ter um duplo. Um diálogo interno que transborde. Em Lolita são 3, um outro se diverte relatando o diálogo interno. É certo. Para escrever precisa ser mais de um.

3 comentários:

hellomotta disse...

É...
Necessário ter duas. Uma que age. A outra que analisa.

Mulher Asterísco disse...

e não é que ainda tem um leitor imaginado?

No nosso caso é mais fácil, pois não precisamos estar sempre imaginando o leitor, já que temos pelo menos uma leitora e comentarista garantida hauahauhaua

Mulher Asterísco disse...

uma é eu mesma personagem da minha vida.