sábado, 3 de outubro de 2009

Sexta sem alcool

Passei de carro na casa do Roberto para pegá-lo. Ainda tive direito a uma visitinha para ver o resultado da obra. Vista maravilhosa é pouco!!! Chegamos na Cobal 2 horas atrasados. Ele não conhecia ninguém e ligou para o Maurinho, que foi nos encontrar lá. Eu não fumei. Não bebi. Tomei uma limonada suiça, um guaraná diet, um suco de laranja e dois cafés. Lá era pepsi e eu só gosto de coca. Mas confesso, teve uma hora em que não resisti e tomei um chop garoto. Comédia é estar sóbria e ver os outros bêbados. Mas vou te contar, mesmo sobria fiz muita merda para conseguir subir a ladeira da casa do Roberto e conseguir deixar um pacote totalmente alcoolizado em casa. Mas valeu pelo apoio..."Chris, fica com toda minha energia para resistir e não fumar hoje...eu, à 50 metos de casa, não preciso dela"kkkkkkk Maurinho e Roberto ex-fumantes, muito apoio e conselhos para eu parar. E eu me comportei. Não é a mesma coisa. Pois adoro me perder de mim. Então a situação é esta. Hora de se ligar. Lucia abre os olhos. E eu começando abri-los depois de anos sonhando...
Mauro confessa que não está mais tão novo. Eu digo: Ahaaaaaaaa, você não disse que não se sentia velho... E ele, não mesmo, mas o outros me vêem como mais velho. É isso aí, amigão, eu também me sinto com 18 anos, aprendendo a dirigir, mas a torcida me chama de idosa. É dureza!

Um comentário:

hellomotta disse...

idosa nada
tem mais dispo que muita garotinha de 25 anos!
;**