domingo, 28 de fevereiro de 2010

Tenda virtual da O+* - O estranho caso de Tilikum

Mulher Asterisco, o que levou a Baleia Tilikum a matar sua treinadora, no SeaWorld?

Querido consulente,

Tenho que confessar que, até hoje, meus conhecimentos da mente animal nunca foram testados, ao contrário do que se passa com os seres humanos, com relação aos quais nunca erro uma previsão. Mas isso não me impede de engatilhar a minha besta da verdade, acionar o Santo Google e dar início a uma pequena investigação para buscar as respostas da pergunta que me fizeste. Os resultados da investigação, relato aí embaixo:

Era uma vez uma reportagem na Folha de São Paulo. “Dan Brown, presidente da SeaWorld Orlando, afirmou aos meios de comunicação americanos que a vítima era "uma das mais experientes treinadoras de animais" e que ela "se afogou em um incidente com uma de nossas orcas" "Este é um momento extremamente difícil para os parques Seaworld", afirmou”.
Como, para a Mulher Asterísco não existem coincidências, fomos no facebook de Dan Brown procurar mais pistas. Foi lá que tudo ficou claro feito água sem poluição para O+*, porém, como alguns detalhes precisavam de mais esclarecimentos, pesquisamos até conseguirmos reproduzir os acontecimentos que levaram ao sinistro. E põe sinistro nisso.

Dan Brown, presidente do parque, nunca conseguiu viver de seu trabalho como escritor de livrinhos sobre conspirações (Fazer o que?Não é todo mundo que pode ter um blog de sucesso), então sempre teve que trabalhar de carteira assinada para pagar suas contas e a edição dos seus folhetins. Seu primeiro emprego foi em 1973 no Tivoli Parque, como apresentador do quadro: Konga, A mulher Gorila. Quem se lembra da sua voz gritando: Calma, Konga!?

O torrido affair entre Konga e Brown foi descoberto anos depois pelo marido dela, King, que, enfurecido, quebrou o parque todo, o que acabou levando ao fechamento do Tivoli Parque e deixando a Lagoa Rodrigo de Freitas sem um dos seus principais pontos turísticos.


Dan Brown, com medo da furia de King, simula um afogamento na Lagoa e foge do país. A exemplo de seus primos de Governador Valadares, foi tentar a vida na Florida. Em função de seu talento na exploração de mamíferos, consegue de cara um emprego no Sea World e ao longo destes anos, como não poderia ser diferente, consegue prosperar dentro do parque, chegando até sua presidência.
King e sua esposa acabaram se reconciliando e permaneceram no Rio de Janeiro, ambos desempregados. King nunca tinha trabalhado antes. Foi uma época muito difícil para os dois, na qual comeram o pão que o diabo amassou. Sem ter como sustentar seus filhos, acabaram vendendo os bebês. Mais tarde, descobriram que tinham sido adotados por Sigourney Weaver.

King nunca se conformou e, como bom cearense, jurou Dan Brown de vingança. Este desejo alimentou King, que começou a procurar emprego, se matriculou no MOVA e entrou num programa de inclusão digital da prefeitura. Foi aí que, um dia, navegando pela internet, King descobriu que Dan Brown continuava vivo, escrevendo romancezinhos de quinta categoria e trabalhando no Sea World. Neste dia, King deixa sua marca no Facebook de Brown.

King contrata um detetive que descobre que o insaciável Brown agora está de caso com a fêmea Shamu, casada. Esta informação inspira King no engendramento de seu plano de vingança.

O start no plano começa com um emprego na peixaria do Gomes (antes que me perguntem, não, não é o Gomes do angu, é o seu irmão gêmeo, Miguel). King trabalha de dia e continua estudando à noite. Após a conclusão do MBA de Cattering Internacional, King implanta uma nova área na empresa e assume a Gerência de Contratos de Exportação da peixaria do Gomes.
No MBA, King conquistou um Networking importante e não foi difícil para a peixaria ganhar vários contratos de fornecimento de peixes pelo mundo.
King, desde os tempos do Tivoli, não se afastou da Lagoa e eram os peixes de lá que usava para abastecer o mercado internacional, em especial, os parques da Flórida, entre eles, bingo, o SeaWorld. As engrenagens do plano de King já estavam em andamento.
Ainda no MBA, King tinha tido aulas sobre alimentação com especialistas renomados e já sabia que “determinados alimentos podem converter-se em drogas para a pessoa que os consome produzindo esta mesma reacção no sistema nervoso. Um psicólogo especialista no tratamento do comportamento destrutivo através da mudança nos hábitos alimentares, estudou como as alergias alimentares afectam o sistema nervoso causando uma reacção do cérebro com sintomas que pode variar desde a irritabilidade e cansaço até ao comportamento de carácter psicótico. “http://www.globalfitness.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=128&Itemid=38

Ao longo de anos, King alimentou os peixes da Lagoa com um alga tóxica, desenvolvida nos laboratórios do HAARP . 10 dias antes do dia D, aumentou a dosagem das algas.
No dia 22 de fevereiro embarcou para Miami com passaporte falso. Disfarçado de turista, King, enfrenta a fila do Seaworld no dia 24/02 pela manhã e passa na porta do frigorífico do parque onde vê, nos carrinhos que abastecem os aquários de peixes, o ambigrama que é a marca registrada da peixaria do Gomes, e, não coincidentemente, marca o signo do mês onde os fatídicos acontecimentos chegariam ao seu desfecho.

Ao olhar para o símbolo, King ri da ironia. Dan Brown será vítima de seu próprio veneno.
Ao chegar no aquário de Tilikum, King senta próximo ao assistente da treinadora e olha para dentro do baldes que alimentam a orca macho com a satisfação de reconhecer a marca amarela perto da cauda dos seus peixes cariocas.

King espera pacientemente a treinadora alimentar a sua arma mortífera. Não foi difícil para King se comunicar com a baleia preta e branca. Linguagem de animais nunca foi um problema para ele. King sabia que Tilikum estava casado com Shamu e jamais perdoaria uma traição. No link abaixo vocês podem escutar King contando para Tilikum sobre o romance entre Dan Brown e Shamu. O vídeo, foi gravado pelo próprio King, que o desliga assim que dá à Orca a ordem de matar. Se você não entender o que King diz, é só porque ainda não aprendeu a falar balêes com sotaque símio.
http://www.wesh.com/video/22671481/index.html/index.html

King não contava que a orca porém, tivesse sofrido uma lesão nos tímpanos, ao ser capturada aos 2 anos de idade e com isso tivesse ficado meio surda do ouvido direito. Por isso, ao invés de ouvir corretamente o nome do presidente do parque, que estava sentado na última coluna de cadeiras, Tilikum entendeu que o nome da pessoa que o traia era Dawn Brancheau(ao invés de Dan Brown). Por isso, na hora, acreditou que sua treinadora estivesse tendo um caso com sua namorada. Impregnando pelo veneno, seu corpo alimentado com toxinas psicóticas e sua mente alimentada pelo ciúme, Tilikum destroça Dawn na frente de todos, inclusive de King.
Dan se salva novamente.
Ao voltar para o Brasil, King percebe que nenhum plano perfeito é tão perfeito que não deixe pistas. Ao aumentar a quantidade de algas para potencializar o teor tóxico dos peixes que seriam enviados para o Seaworld, King acabou ultrapassando a tolerância dos peixinhos da Lagoa e criando um acidente ecológico que causou a morte de 80 toneladas de peixe e envenenou o ar do Rio de Janeiro por 3 semanas.
Sem poder cumprir os contratos internacionais em função da morte dos peixes da Lagoa, a peixaria do Gomes acabou falindo e King mais uma vez, enfrentou com o desemprego e a miséria, as conseqüências de tentar se vingar de Dan Brown. King é obrigado a admitir, Dan nasceu mesmo virado para a Lua e vai continuar comendo mamíferas pelo mundo a fora.

De forma que, querido consulente, Tilikum matou a treinadora apenas por causa de sua dieta* .... Ahhh, e claro, por causa do desejo de vingança dos animais...

Volte sempre!

Concentre-se e conte o seu problema:

*Eu conheço várias baleias que matariam por causa de dieta

13 comentários:

HSLO disse...

Fiquei bobo com isso tudo.

abraços


Hugo

Paulo Braccini disse...

Gente ela surtou de vez ... chama o "Froid" para ela ... kkkkkkkkkkkkkk

beijocas

;-)

AD disse...

Finalmente, a verdade aparece. Sempre lúcidas O+* suas exposições. E realmente o Dan tem o c... virado pra lua e ele ainda vai fazer o livro sobre o "Misterioso enigma de Tilikum" e no final Free Willy ressuscita para matar a orca má.

Pimenta disse...

HAHAHAHAHAHAHA!
Eu acho que os peixes da lagoa se suicidaram quando souberam da olimpíada no Brasil,imaginando como ia ser difícil este período, se mataram de vez.
E imagina a revolta de uma orca que durante anos viu a melhor comida disponivel envolta em uma casca não comestível(neoprene).
Foi por isso que ela resolveu afogar,para ver se a casca saia.
E quer saber, eu mataria por dieta também.

Diego disse...

Jura que você escreveu um texto DESTE TAMANHO? Gente, é muito querer.

(o chatinho)

Lobo Cinzento disse...

Nossa! Que incrível!

Obrigado o+*! Graças a você, agora todos sabemos a verdade. Incrível como os meliantes são bons em esconder pistas né?

Mas que coisa... no fim a pobre orca era só uma mera coadjuvante...

hellomotta disse...

Gente ela surtou de vez [2]

Jura que você escreveu um texto DESTE TAMANHO? [2]

Tô rosa chiclete com o post. Quero um pouco disso que você anda tomando!
hahaha

Renato Orlandi disse...

HAUshausahsuasha, geeeente e eu aqui inocente pensando na morte da bezerr...balei...treinadora!!! hasuahusa, teoria da conspiracao tooootaaaal! adorei ahsuahsua! tem mto mais coisa nesse asterisco do que pensamos ahsuahu! bjoooo

Paulo disse...

Hahaha! Ri horrooooores com o samba do crioulo doido que virou esse post!

E ninguém merece a Conga... Me lembra as excursões da escola para o Playcenter, haha!!


beijo!

Guará Matos disse...

Na verdade, antes
da trinadora receber a "passagem só de ida", ofertada com excesso de sentimentos por sua Orca querida, uma voz semelhante a do Eduardo Duzek, chegou aos seus ouvidos: "Troque sua baleia por uma criança pobre".
Bjs.

Sac do Amor disse...

Esse blog é animal,adorei!
bjk

Mulher Asterísco disse...

Hugo, vai dizer que você não desconfiava de nada? Era impossível não haver relação entre os peixes mortos na Lagoa e a treinadora morta no aquario. Eu e Lobo, que somos sintonizados percebemos logo os sinais.

Aliás, Lobo, acho que podemos fazer um movimento pedindo um julgamento justo para Tilikum, isto é; ela ser julgada pelo tribunal dos animais.

Meu Paulo Kenzo Air Roberto número 2, eu já encomendei o protetor contra surto, mas não sei instalar =(

AD, sim, a besta da verdade é poderosa!! Só não sei se Tilikum é mau...ele é passional e, por isso, foi manipulado...mas vamos deixar o tribunal dos bichos resolver...

Pimenta, benvinda por estas bandas. Volte sempre! Sem dúvidas, eu também mataria e morreria por causa da dieta.

Dieguitcho, eu tentei resumir ao máximo a história, mas a tenta psicografar um cérebro de animal...é muito mais dificil!

Hello, não acredito que vc tenha só isto a dizer. Fala sério! Vc cochilou enquanto lia...

Rê, onde mais teria algo mais senão no asterisco?

Paulo, tinha Conga no Playcenter???Eu só lembro do Rotor...

Guará, os últimos pensamentos de uma moribunda são, definitivamente, um must: A-DO-RO!

Beijos conspirativos para todos vocês!




AD,

Well Bernard disse...

Dieta realmente tem um poder impactante na gente. Minha mãe comprou um pacote de bombons de coco com chocolate branco e tudo mais. Toda hora eu pego um e ela disse que eu como demais.

Ontem eu ia até a geladeira pegar um bombom e ela "Well! Você está pegando mais bombons?"

Eu respondi com muita raiva "Sim, porque não pode? Os bombons são para estragar na geladeira?"

Assim, nessa analogia dá para ver o que a dieta faz conosco. Eu fui muito agressivo com a minha mãe e olha que eu costumo ser cínico.