quarta-feira, 7 de abril de 2010

2010

Os culpados

* O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), afirmou nesta terça-feira (6) que a tragédia causada pela chuva, que matou pelo menos 80 pessoas em todo o Estado, foi agravada por ocupações irregulares, as quais prometeu combater mais duramente. Ele voltou a defender medidas polêmicas, como a construção de muros em torno de favelas.

*Al Gore, com o seu "uma verdade inconveniente" fez o favor de explicar ao mundo que o padrão de consumo atual está causando um super-aquecimento que está alterando o clima no planeta e causando catastrofes naturais.

*Aula de Ioga. A professora bem-intencionada: "Mentalizem bastante a luz violeta porque aquela monja previu muitos desencarnes coletivos neste ano." Des... o que? "Muitos acidentes com muitas mortes..."

Então ficou decidido assim. Eu sou culpada porque não consegui mentalizar o violeta e porque ainda uso sacolas de plástico no super-mercado e uso copinhos descartáveis no cafézinho. São culpados os moradores das favelas pela ocupação desordenada. São culpados os pobres pela pobreza. São culpados os consumidores pelo consumo. São culpados os ateus pela falta de orações. E, como não poderia deixar de ser, são culpados os eleitores pelos erros dos eleitos.

É muito util que a culpa seja de todos os cidadãos e quando cada um aceita a sua parte, a nossa dor na consciência nos paralisa e lava as mãos dos Vendilhões que fizeram a sua parte nos avisando. Se eles são inocentes, os culpados somos nós.

Só um pouco de bom senso

*Amigo da família, num almoço em Angra, logo após o Reveillon e os desabamentos que mataram 72 naquele município na virada do Ano, desabafa: Procurei a Defesa Civil do município para saber o que eles estavam precisando para os trabalhos de resgate. A resposta foi: água para beber. Para os bombeiros beberem. O que imaginar da precariedade do serviço de defesa civil num município que deveria estar pronto para fugas e acidentes por causa da Usina Nuclear?"

*Amigo geológo afirma que não tem jeito, que todo morro tende a descascar até ficar pelado, só na pedra, com a terra e a vegetação descendo. É uma questão apenas das condições climáticas e tempo, o que na geologia, se mede em escala de milhões de anos.

Não precisa ser vidente para saber que as cidades não estão preparadas para conviver com a natureza. A natureza se modifica contantemente. O planeta é vivo e está em tranformação. Calor, frio, chuva, neve, terremoto, maremoto, tsunami, ventanias, furacões... Estamos sujeitos a todas estas interpéries naturais. Logo, as cidades e as utilidades públicas devem ser planejadas já contando com estas interpéries. Senão, nós é que pagaremos com as vidas de nossos irmãos.
Não, a natureza não está se vingando do homem. São os políticos que não investem em prevenção e em defesa civil porque são obras e investimentos invisíveis, que não aparecem e não rendem voto.

Se alguém precisa ser responsabilizado e cobrado são os governantes: é Eduardo Pais, é Sergio Cabral e, também , Lula, que além de tudo está submetendo o seu partido, que poderia ser uma alternativa a isto tudo no Rio de Janeiro, ao des-governo Cabral.
Nós não somos os culpados e nós podemos cobrar que ELES façam a parte deles e parem de dar desculpas esfarrapadas.

By O+*


Crédito:CHARGE DO AROEIRA NO JORNAL O DIA

11 comentários:

hellomotta disse...

Sensacional.
Marketearei no twitter!
;*

Edu disse...

Mas caiu na mesma: ele começa dizendo que é conveniente culpar todo mundo e termina dizendo que somos culpados porque não votamos direito e/ou não cobramos as pessoas em que votamos. Existem escalas de culpa e de responsabilidade. Acho que a grande culpa é a paralização de que se falou. Ou entendi mal?

Paulo Braccini disse...

A culpa é deles sim ... mas eles estão lá e continuam lá porque? a culpa é nossa mesmo ... o pior é qual a alternativa viável para mudanças quando ninguém quer se mudar? Políticos são todos iguais sem exceção ... VOTO NULO JÁ! Se resolve não sei ... mas que cria um fato novo há! isto cria ...

bjux

;-)

Paulo disse...

Hmmm... também sou culpado, confesso! Nas aulas de yoga, na hora de mentalizar a droga da luz violeta, sempre entrava alguma banda de rock tocando na minha cabeça!!! Mea culpa!!

Guará Matos disse...

Depois de seguir uma linha de paladino, defendendo os royalties, o governador se atolou na bosta que ele próprio derramou com sua fatídica boca.
É de lamentar.

Caju disse...

A culpa é sempre do outro, lógico. É onde os governantes sempre se posicionam: do lado de lá. Quem está no de cá que se fuck you.

Bjos

HSLO disse...

Gostei...super interessante sua postagem.


abraços


Hugo

AD disse...

É falta de ação por todos os lados. Não tem pra onde correr.

Lobo Cinzento disse...

Droga! Não sabia que não conseguir mentalizar a luz violeta na yoga causava esse estrago todo... Senão eu juro que tinha tentado um pouco mais.

Mas não adianta... por mais que se crie engenharia para suportar nuances climáticas, uma catástrofe será sempre uma catástrofe, e vai destruir tudo. E ai começa o jogo do "a culpa é de quem" todo de novo.

Cidades são anti-naturais. Fato.

Vaca Jersey disse...

Ah... pra mim a culpa é sua. Sempre sua. Hahahaha!! Te espero em BH, gata-felina!!!! Meauuuuuuumoooooo!!!!!

Vaca Jersey disse...

Eu gosto de gnomos, elfos, goblins, trols... Mas tenho medo de palhaço de circo trash... isso tenho! Beijossssssssssss!!!