sábado, 12 de junho de 2010

Será?

"A vida não é filme, você não entendeu.
Ninguém foi ao seu quarto quando escureceu,
saber o que passava no seu coração,
se o que você fazia era certo ou não."

Quem um dia irá dizer que não existe razão para as coisas feitas pelo coração?
Eduardo amava Mônica e ela amava o Eduardo. Mas ela sufocava na idéia daquela vidinha tão normal. O Eduardo só queria que ela estivesse ali, sempre ao lado dele. Chegou a pedir que fizesse um juramento de só ter um pensamento e que ficasse com ele em seu caminho, mesmo que fosse triste pra ela.
Era pedir demais para uma menina que sonhou fazer floresta do deserto e diamantes de pedaços de vidro. O mundo tocava a campanhia e vício de insistir nessa saudade que ela sentia tudo o que ainda não tinha visto gritava nela. Mônica não queria ancorar, não antes de ter enfrentado as calmarias e os monstros no mar.
Ele dizia "ainda é cedo". Ficaram acordados, imaginando alguma solução para que o egoísmo dela não destruísse seus corações. Passaram meses se preparando para o adeus. Ele merecia o desejo que não morava mais nela. Amava Eduardo, mas queria se apaixonar. Queria o que não tinha.
E ela saiu para ver o mar e as ilusões que ela via na televisão, juntou dinheiro para poder ir viajar, por conta própria, escolheu a solidão.
A verdade é que muito rodou, mas até hoje, não encontrou algum lugar onde o mais forte não consiga escravizar quem não tem chance.
Eduardo e Mônica acabaram se casando com outros. Se separaram. E são muito amigos até hoje.


Mônica sempre quis ir aonde ninguém jamais tivesse ido.
Somente 20 anos depois, ela se deu conta que este lugar é o seu próprio coração.

16 comentários:

Guará Matos disse...

O amor muitas vezes diverge com a única intenção de convergir futuramente.
Bjs.

Visão disse...

Então, você é tão formidável e acabou, mais uma vez, traduzindo isso nas palavras acima. É por isso que eu amo está aqui!
E eu aprendi que o lugar onde ninguém foi, mas quem foi saiu para não voltar, é meu coração.
Bjks

Rafa disse...

Uhuu Legião forever!! Há distância maior no mundo do que cabeça-coração? Japão é logo ali... Bj

Lobo Cinzento disse...

Pior que, excluindo a metáfora, a coisa toda é muito mais próxima... tudo se arranja no cérebro, o que torna a magnificação dessa distância mais absurda ainda...

Beijos o+*!

hellomotta disse...

Ela copiou minha idéia do post do Jay descaradamente.
E sabe porque eu ODEIO a o+*? Porque até quando ela me imita, ela faz absurdamente melhor que eu! =/

AD disse...

E a gente precisa suar, caminhar, subir montanhas, mergulhar em mares desconhecidos para chegar à conclusão de que a felicidade é construção própria com influências alheias.

ADendo: eu não entendi direito o que escrevi pra falar a verdade, deixa eu voltar pros estudos.

Bjs O+*!

Mauri Boffil disse...

Ai... não me mata? Mas eu não gosto muito de Legião... exceto por Eduardo e Mônica, que eu amo de paixão essa música!

Mulher Asterísco disse...

Guará...não sei, nunca sei de nada, se converge ou se diverge, porque ele mais confunde esse tal de amor

Visão, deixa voltar mas não prtecisa ocupar o mesmo lugar

Rafa, *indo para Tokio*

Lobo, é vero!Lobo-Tomia serve?

Hello, não sou eu que faço melhor que vc, é o Rentato Russo que é genial e, por isso, se tornou a marca de uma geração. Legião virou quase um religião. Não é comparável com algo que você conheça.

Mauri, e eu tb nem gosto mais...ficou parado no tempo, ficou para trás... Hoje tem valor arqueológico ;-)

AD, nem eu.

Beijos para vocês

Vaca Jersey disse...

Legião Urbana?!?
Sério?!?
Ai, Jesus...
Pelo visto o problema é maior do que eu pensava... hahaha!!! Tô chegando aí para te socorrer, tá? Não mexe em nada e nada de ingerir pílulas... tá??? Hahahhaha!!!!! Adoro-te tesona master!!!!

EFS*** disse...

Já gostei muito de Legião... Principalmente do Álbum "A tempestade" mas essa minha fase deprê ficou no passado! ^^

PS. Gente... o Eletrônico (de qualidade) é o futuro! Torço para que não tarde a gostar! \o/

Beijo!

Paulo Braccini disse...

è menina, tem dias que superamos tudo o que somos capazes de traduzir em palavras hoje este é o seu dia ... esta sua paródia com esta mística antológica desta religião que é Legião ficou fantástica ... vai para Tóquio já ... se precisar eu te levo ...

bjux

;-)

Visão disse...

então: Sr. BotaLá é o Pseudohetero que diz que eu sou gay mas que ele é hetero. É aquele de quem falei no "Apresento-lhe: o hetero". Encontrei ele no mercado e ele queria ficar comigo, e eu dei a resposta.
Explicado? Bjs

Caju disse...

E quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? E quem um dia irá dizer que existe razão?


Excelenteeeeeeeeeeeeeeee.
Beijo

Paulo disse...

Ameeeeei! Legião embalou belíssimos momentos da minha adolescência, adoro!! :D

Sac do Amor disse...

Amooo o Legião, cada música é uma história, um poema, um pedaço de vida, amei o post, Bjssss

Madame X

Vaca Jersey disse...

"Dílicia" é vc, minha musa-mulher Asterico!!!!! E pára de futricar nas gavetas... pe-ri-go!!! Danger!!! Bjozz!