sexta-feira, 3 de junho de 2011

Eu não quero pagar pela blindagem do Palocci

Setembro está chegando e com ele as campanhas salariais. Primeiro ano de Governo Dilma e ela parece ceder um pouco além da conta às pressões do PMDB de um lado e, de outro, a dos próprios derrotados das eleições. O que explicaria, além disso, a nomeação de Reichstul para Conselho de Políticas de Gestão do Governo? Porque Reichstul foi um dos que, no governo FHC, comandou o desmonte da Petrobras e foi o autor da natimorta idéia de trocar o seu nome para PETROBRAX para ficar mais internacionalizada (sic!)
O caso é que Dilma está agora empenhada em evitar que seja feito com Palocci aquilo que aconteceu com Zé Dirceu. Não duvido que o preço que a "oposição" esteja disposta a cobrar para não colocar a cabeça do chefe da Casa Civil numa bandeja seja muito alto. Dilma, até agora, parece disposta a pagar.
Mas quem já viu o que eu já vi, sabe que no fim das contas esta conta acaba no nosso bolso. De forma objetiva, nada de ir se animando com as campanhas saláriais porque recomposição das perdas e aumento real estão fora do cardápio dos que tentam puxar as rédeas do governo. Inflaçãozinha maquiada para fingir que tá tudo bem e dêem-se por satisfeitos!
Mas eu vivo do meu trabalho. Trabalho numa das maiores empresas deste país, numa função de grande responsabilidade e não ganho o suficiente para sustentar minha família. Moro na Cidade que vai ser sede das Olimpiadas e da Copa do Mundo e não consigo pagar um aluguel e muito menos comprar uma casa própria porque os especuladores que querem enriquecer muito em pouco tempo estão fazendo a festa.
Então Sr. Ministro Chefe da Casa Civil, ainda que eu não presuma sua culpa, afinal todos são inocentes até que provem o contrário, não consigo acreditar que, na vida real, seja possível aumentar tanto assim seu patrimônio com trabalho honesto. E mesmo que fosse, não estou nenhum pouco disposta a pagar a conta da sua defesa.

4 comentários:

Diego disse...

Querida, uma opinião quanto à forma: essa letra em itálico, do texto, torna a leitura mais difícil.

E uma opinião quanto ao conteúdo: essa inflação está maquiada, não está? Porque, gente, não é possível!

AD disse...

esclarecedor

Paulo Braccini disse...

Meu saco já anda cheio. Não votei nela e jamais votarei de novo no PT. #FATO! Mas confesso q, qdo ela tomou posse botei fé mas, a decepção já se instaurou ... fazer o que?

Rafa disse...

E eu estava gostando tanto da Dilma... Será que a estrutura é tão podre que nem importa quem ocupa o cargo?

Bj