quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Não existe amor em SP

Entrevista que dá um nó na orelha com Criolo from Alexandre on Vimeo.



A história que me contaram é que, em seu sumiço, a Mulher Asterisco passou por São Paulo, mas descobriu que não existe amor por lá e foi embora. Em menos de duas horas na cidade, a bagaça paulistana aproveitou um momento de distração da super-heroína com uma pizza com borda de gergelim para arrombar seu carro novo e sem alarme ( afinal, no Rio de Janeiro, ela não precisa disso) e roubarem suas 3 malas e seu estepe. Todas as roupas de griffe, maquiagens, rayban, chapinha, laptop e as semi-joias da diva selecionados com esmero para bombar na cena da big city foram vendidos por 50 real para a tia do delinquente viciado em crack que arrebentou a porta do seu Volvo*. Por outro lado, como boa cidadã, a dita cuja, que tenta ser uma boa alma, devolveu para nossa protagonista sua agenda, o manual e as chaves reservas do valente carrinho. Decepcionada com a recepção, ela só queria saber de pegar o rodoanel e ver esta terra sem amor pelo retrovisor.
Este foi o motivo pelo qual nossa musa furou com Edu e Paulo. Também foi um dos motivos de ter sumido do blog, afinal, fazer compritchas para repor o enxoval é um trabalho muito árduo e demorado.
Da próxima vez que for a São Paulo, a diva promete fazer um dueto com o mega fofo do Criolo.



* Volvo é o apelido do Celta;

7 comentários:

S.A.M disse...

Eita num sabia :(

São Paulo fez que nem aquele namorado que voce leva pra apresentar pras amigas e ele enche a cara, fica louco, fala mal dos outros na frente deles e sai botando taças dentro da mochila. Medo.

Espero que SP possa apagar essa péssima impressao.

AD disse...

E voltou para o refúgio do Rio. Lembro quando vc disse, ao vivo, "sinto-me segura no Rio, nunca ocorreu nada em minha rua, meu carro dorme na rua e sempre tá lá". Foi mais ou menos isso quando vc questionou a necessidade de grades nas portas. Ainda bem que o Rio é grande por demais para ser seu refúgio né.

Lobo disse...

E depois depois não temos motivos pra ficar o pé atrás em sampa :p

No Rio também nunca me aconteceu nada. Nunquinha.

Sorte? Azar? Sei lá. Só sei que pelo menos da ultima vez, a visita foi boa. Mas ainda tenho um pé atrás, por segurança...

Beijo O+*!

Edu disse...

Lobo, volta!

Mulé, volta!!

Diego Rebouças disse...

Mentira que seu carro foi arrombado em SP?

Fred disse...

Isso é vero?????
Hahahahahahahahaha!
Desculpa... mas não contive.
E quer saber???
BEM-FEITO... vê se da próxima vem arrastar o sari aqui no pampa que é mais seguro e os homens tem mais propriedades, visse!?!?
Beijoooooooo!
Vamos fazer camapanha pra arrecadar roupas e bijouxxx?!?!

Paulo Braccini - Bratz disse...

Não creio! mas enfim ... estas coisas acontecem em qualquer lugar do mundo ...