quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Outros carnavais ;-)

Eu queria ser cool e dizer que acho carnaval um saco. Que só ouço música de qualidade e que não consigo entender aquela alegria toda. Eu queria dizer que iria aproveitar o Carnaval para colocar minhas leituras e filmes em dia. Poesia ou filosofia. Ou então que só gosto dos antigos carnavais e que os desfiles das escolas descaracterizaram as verdadeiras raízes do samba bla bla bla ... Mas, eu tive uma infância cheia de deliciosos carnavais que acabou me viciando em marchinhas e fantasias. Resultado: Eu sou bem bagaceira e adoro carnaval! Nem é tanto gostar de samba...só alguns e considero pagode algo próximo do funk na minha escala de desgostos. Eu gosto mesmo é de Carnaval e uma batucada. Eu tinha até esquecido o quanto eu gosto, porque faz anos e anos que aproveito o feriadão para viajar ...sabe como é? Marido ciumento, depois filha criança, sempre muito trabalho... Mas aí o marido foi pastar. E a filha cresceu e exigiu: Neste ano eu vou ficar no Rio e vou em todos os blocos. Mãe obediente que sou, larguei qualquer outra programação e fiquei por aqui.
Este é o segundo ano que passo o carnaval na cidade do Rio e estou realmente impressionada com a dimensão da festa pelas ruas da cidade. Porque é disso mesmo que se trata, a cidade em festa. Multidões nas ruas. Me lembram passeatas. Costumava adorar passeatas e quanto mais cheias, melhor. Eu gosto desta energia coletiva que faz o povo todo estar numa mesma sintonia. Faz tempo que não vejo uma boa passeata. Mas me sobrou o Carnaval, em que aquela multidão toma as ruas para exigir diversão. Em cores, enfeites, grupos de amigos e até mesmo em beijos roubados.
Música tem para todos os gostos, sambas, marchinhas, reggae, Beatles, rock. Todos os gastos. Tem bloco grande, imenso. Mas tem pequeno também. Tem jovens, muito jovens e meio jovens, muitos jovens e ....mais jovens ainda. E quando vc pensa que já deu, chega mais uma multidão de jovens. Esta é uma parte ruim da festa, pois é tanto jovem que é impossível não se sentir velha...mas sabendo procurar, encontra-se um lugar no qual vc caiba. E a cerveja tb é para os mais velhos, porque os pequenos jovens vão de vodka com energético. Muita cerveja. Muita vodka. Pouco banheiro. A cidade sofre também.
São tantas opções que 4 ou 6 dias são pouco para curtir no Rio. Daria talvez para aproveitar o carnaval em um bairro apenas...
Minha programação até que não saiu cara, um aparelho celular...Todo mundo teve um celular furtado... eu já tinha comprado um reserva de 89,90 para o carnaval, logo o meu s2 foi preservado. É para quem entende de multidões.
E os desfiles das escolas de samba? Não me importa se virou pirotecnia...é bonito de se ver e ponto. Não foi este ano que fui Sapucar em algum camarote e falta traseiro para ficar nas arquibancadas, fica para a próxima ou para o outra.
Mas o bom mesmo...o melhor de tudo foi reencontrar a adolescente que esperava ansiosa pelo Carnaval para improvisar fantasias. Não há nada mais gostoso que despir a fantasia de mulher asterisco e experimentar ser outra coisa. Melhor ainda se foi tudo criação minha. E improvisei tanto e tantas que até sobrou fantasia...algumas nem fotografei...mas não sou mesmo dessas que tira foto de tudo.
A verdade é que a idade pesa e não tenho folego para tudo. Pude, então, aproveitar o novo plano da TV a cabo com muitos canais de filme para botar as pernas para cima entre um dia e o seu depois de amanhã. Deu tempo para tudo, até para descansar!

Meio que enlouquecia enquanto a filha não chegava em casa, mas isto são ossos do ofício.
Afinal, por mais que ela goste de carnaval no futuro, aproveitar tudo isso quando se é jovem tem outro gosto.
Que saudade dos meus antigos carnavais!



10 comentários:

Gato Van de Kamp disse...

Bem, essa dor não vou sentir jamais, pk nem qdo era muito adolescente curtia carnaval.. Era um martírio ter que acompanhar, martírio esse que sobrevivi!!!

Mas que bom que foi bom pra vc, acho q com uma companhia boa como a sua eu até topava.... E bem acompanhado nada é uma tortura!!!

Daniel disse...

Eu só não saí com outro celular porque o maldito do chip do iphone é de tamanho diferente de qualquer outro chip.

AD disse...

cool é assumir o que gosta. :)

E ヅ disse...

cool é assumir o que gosta. :) [2]

DPNN disse...

se você dissesse isso não seria cool, seria um c....

O pessoal que diz isso é só pedante brincando de ser rebelde... ser cool é saber extrair da vida as oportunidades que ela nos oferece. Parabéns pelo post.

Rafa disse...

Sério que vc gosta dessa multidão medonha, xexelenta e bêbada no carnval? ...Eu detesto, mas cada um com seu cada um, né não?

O importante é ser feliz..que bom que o seu carnaval te trouxe isto.

Bj

Fumaça Subindo disse...

carval é bom em casa... mas divirta-se na ressaca

Lobo disse...

A fantasia de pirata ficou ótima!

Mas eu não gosto de carnaval e não me acho cool por isso. me acho chato hahaha.

E o seu comentário lá no uivos: muito pelo contrário. Se os comentários estão mais engraçados que o post em si, significa que vocês são ótimos e as vezes são os comentaristas que fazem o show, e todo mundo ganha com pelo menos um motivo a mais pra rir hahaha

Beijo!

Fred disse...

Autêntica. Doa a quem doer! Por essas e outras que te amo demais! MORRI com as fotos! Copiei e colei, incRusive! Beijos, minha heroína!

Cara Comum disse...

O importante é ser feliz e encontrar o que nos faz bem! Vc está certíssima!!!

Abraços!!