domingo, 7 de setembro de 2014

Só pra não deixar passar antes que seja apenas uma lembrança insignificante.

Já tomei decisões erradas por influencia do charme masculino. No ambiente de trabalho tem dias que é muito dificil segurar a falta. No período fértil, puta que o pariu. É justamente quando vc tá mais magra, durinha e gostosa. Cada uma com o corpo que tem. Dá muita vontade de dar.
Teve um dia em que me assustei com o quanto isso me fragilizava. Eu já estava "na seca"nem me lembro mais a quanto tempo, quando aquele lindinho  das coxas torneadas veio falar comigo sobre algum acordo ou aliança. Alto, sorriso perfeito, olho no olho e leves toques de mão no braço enquanto fala. Delícia. Eu não estava escutando nada do que ele dizia, mas minha cabeça não conseguia parar de subir e descer enquanto eu imaginava beijar aquela boca. O povo envolta dele deve ter começado a achar que eu tava concordando com a proposta quando eu me dei conta que já não tinha mais controle de mim para poder negociar mais nada. Pedi ajuda para um dos nossos e saí de perto, ainda intoxicada. Perigoso para uma mulher com responsabilidades.
Entendi que se eu quisesse ser bem sucedida no mundo dos homens eu precisava estar bem comida. Se não, eu seria um risco para todos os que me mandatassem para alguma tarefa. Objetivo de vida. Dificil. Tinha que encontrar alguém com um pau maior que o meu na cama e que me respeitasse fora dela. Geralmente eles só tinham pra me oferecer ou um ou outro. Ou nenhum dos dois. Mulheres? Nunca conheci nenhuma com o pau maior que o meu. E não é de clitoris que eu estou falando. Sem falar do mimimi que não aguento nem em mim. Tudo ainda pela frente. Atravessei um deserto, na seca, na sede. E não foram só quarenta dias.
Aos 46 anos, outro relógio biológico urge. Gosto de nunca ter precisado de lubrificante, para nada. A menopausa vai me deixar seca?  Sacanagem, nem aproveitei ainda. Sim. eu precisava ser bem comida. E rápido. Tentei um sexo casual. Parei no primeiro. Frio. Pizza fria é bom, sexo não. Quanto mais quente, melhor. Inventei paixões. Quebrei a cara e continuei mal comida.

...

(continua)


3 comentários:

Anônimo disse...

adorei o texto, estava com saudades de você escrevendo, estou com saudade da hellomotta tbm... pede pra ela voltar?

Fred disse...

Fia, acredita no que te digo: seca tu não vai ser nunca. Nem querendo. E cá pra nós: antes mal comida de que mal acompanhada, nzé? BEIJOOOS ASTERÍSTICOS!!!

hellomotta disse...

Eita, Giovanna! Esse forninho tá ficando quente!
(quero mais!)

saudaaaaaaaaades.