sexta-feira, 24 de junho de 2011

Meia noite e meio feriado

Os últimos dias tem sido bem cheios de novidades. Conheci vários restaurantes que sequer tinha ouvido falar. Depois do Feliche e da Capricciosa, que comentei no último e penultimo post, fui no Paxeco na semana passada. Se as coisas continuarem assim, vou me transformar na mais nova especialista em vinhos e programas lights do Rio de Janeiro.
Antes que me perguntem, não, eu não tô namorando!

Na terça fui ver o tão falado "Meia noite em Paris". O filme conta a história de um roteirista e aspirante a escritor que viaja para Paris com sua noiva e os pais dela para passar uns dias de férias. Lá, porém, as manias e idéias de Gil (Owen Wilson) começam a se distanciar de todo o resto da família e amigos. Ele, um cara do tipo eterno sonhador e a família rica e cosmopolita. Ele vive num mundo que mistura realidade e imaginação. E é por esse aspecto que eu recomendo - a quem estiver interessado - não ler a sinopse ou críticas do filme. O que eu achei mais inusitado e divertido foram as surpresas que apareceram ao longo do filme, apesar de eu não conhecer muito da maioria dos personagens. Se você gosta de literatura, pintura e música internacional/ antiga, esse é um filme que precisa ver. Caso contrário, vá para rir! Ou, ainda, para perceber que existe muita gente mais louca que você nesse mundo.
No geral, achei o filme nota 3: Aquele que você até gostou de ver, mas não faz a mínima questão de assistir de novo.

Tô aqui escolhendo outro filme pra ver amanhã* ou domingo. Tô me interessando por esse da Rapariga Loura. Como não vamos mais viajar por problemas amizísticos-financeiros, posso aproveitar e fazer coisas com os amigos e com o affair, também, né? Porque ninguém é de ferro!

Por enquanto é só!
h'[m]


*(sabado a noite é só cineeeema, não tem história pra contaaaaar!)
ps.: cante em ritmo de música de torcida para fazer um pouco mais de sentido.

ps2.: Alguém já ouviu a música nova do Bruno Mars, a tal da Lazy Song? Vi o clipe (e ouvi!) pela primeira vez em Vitória e, desde, então, não consigo parar de cantarolar.

Ps.3: Aliás, Your Body is Wonderland é outra que não me sai da cabeça. Por que será?

Um comentário:

Paulo Braccini - Bratz disse...

o q pode ser melhor q um bom local para comer e um boom filme? acho q só viajar ... adoooro ...

bjão e bom fds