terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Como a internet salvou minha vida

Cheguei em casa ontem e fui direto pro computador. Encontrei um prêmio: Uma notificação - aberta - de multa. Pela lógica, percebi logo que teria se tratado de uma indireta do meu pai, sagaz: "toma que o filho é seu". Só de olhar aquele papel, eu já sinto palpitações, afinal, gato escaldado...

Na fração de segundos que demorei entre ver e pegar a notificação, um filme se passou na minha cabeça: os filmes que eu deixaria de ver, as sobremesas que eu deixaria de comer ou, ainda, a festa que eu teria que deixar de ir para pagar os determinados reais. Com os pontos não me preocupei muito, na real, todas as minhas multas anteriores foram computadas no nome do meu pai. hahaha [risada sarcástica].
Enfim, peguei, abri. Data 17/01 - Hora: 20:36, Local: Rua Gomes Freire, perto de alguma praça da qual não lebro o nome.
Gelei. Perto da faculdade, num horário onde eu facilmente poderia estar indo pra alguma social, show, evento, ou o que quer que seja.
Continuei: Infração: I - em situação que não a de simples toque breve como advertência ao pedestre ou a condutores de outros veículos. OPA! Buzina? Porra, eu quase não buzino, detesto buzina.

Pensei, pensei. Primeiro me veio a revolta: "gente, eu não buzino, não discuto no trânsito! Como o policial vai provar isso? O Corno só pode ter ouvido e confundido os carros, só pode!"
Olhei, olhei, olhei. Fui averiguar: Dia da semana: Domingo. Enfim, eu sempre saio de carro fim de semana. Fudeu. Como provar que não fui eu? No blog tem algo? Não achei nada de muito relevante. Gmail?
Opa. Um e-mail do dia 17/01 me inscrevendo na lista de uma festa. BINGO!

Comecei a juntar as informações contidas no gmail, no blog e no bloco de notas mental: Dia 17 foi o dia da Heaven. Eu sai de casa domingo a tarde e não voltei antes de segunda a noite. Nessa hora eu abri um sorriso giga e pensei: "Ah há! Não fui eu, chupa essa manga!"
Na verdade, a primeira coisa que me veio na cabeça foi: "Ah, agora a Flávia pára com essa mania de sentar a mão na buzina que eu odeio." Mas depois eu lembrei: ela vai dizer que não foi ela, vai espernear, dar piti, chorar, e meu pai encobre ela. Meu lado Sherlock Holmes virtual não vai servir de nada?

Bom, pelo menos os R$ 53,20 não vão sair do meu bolso! ho-ho-ho

h'[m]

6 comentários:

Edu disse...

Internet já salvou minha vida taaaaaaaantas vezes! Por isso que gosto de bloguinho "meu diário"! :-)

Gato de Cheshire disse...

HUAHuahUAHuahUAHu

Uma detetiva farejadeira.... huahauahauahaua... leve as provas, prepare slides, testemunhas, fotografias... E definitvamente, se negue a pagar... rsssss

Qto ao Chopp.. Bem.. Vc mora no Rio, né??? Enton, qdo for tomamos o chopp eu vc e o amigo em questão.. HAUhauHUhau

Bjkas

ps. ele adooora um chopp

Well Bernard disse...

Não foi o caso de internet salvar minha vida. Mas lá no finalzinho de janeiro chega aquela cartinha da Agetop aqui em casa, já comecei a rir na hora de assinar o recebimento, que é quando você soma assinar o recebimento com órgão de trânsito é igual a multa.

Mais tarde estavam mams e paps dizendo que eles não se zangavam por eu ter passado a 87Km/H onde só podia 40Km/H, na rodovia que vai até a Universidade, mas eu precisava assumir meu erro.

Eu fiquei putaiado, mandei eles olharem direito a data da multa, 23/12/2009, e mandei eles olharem bem na minha cara e pensar, o que eu ia beirar na faculdade a dois dias do natal!

E ainda por cima como se eu fosse o único que utilizasse o carro para ir aquele templo da "ciência e do conhecimento", porque papi trabalha numa obra de lá.

Paulo Braccini disse...

eu fico emputecido com estas coisas ... vc tem a consciência limpa e a certeza de que não fez e todos os dedos apontam para vc ... grrrrrrrrr ... eu não deixo estas coisas assim não ... pago um preço alto mas pago ...

bjux

;-)

Mulher Asterísco disse...

E quem vai pagar a conta?

hellomotta disse...

O Motta, tem alguma dúvida? hahahah