segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Segunda sob a lei

Depois que parei de fumar -repararam no verbo conjugado no pretérito perfeito???- e comecei a dirigir, vários hábitos meus mudaram.  E sem o cigarro, algo mudou também em meu paladar. Não gosto mais de cerveja. Até bebo porque não me conformo e quero reeducar meu paladar. Mas gostar, não gosto. Melhor. Porque também não fico tentada a dirigir com alguns graus Gay-lussac na minha cachola. E, aí parece que houve uma daquelas conspirações - benéficas, neste caso - pois se juntar  a lei seca com os meus reflexos mais lentos após um ou dois copos, é realmente recomendável eu não beber. É claro que a vodka com frutinhas e adoçante, por ser docinha, ainda faz minha cabeça, mas se é para dirigir, não bebo. Nunca fui tão responsável como sou agora.

Mas o post é sobre algo em mim que insiste em se revoltar. Sem fumaça e alcool, minha disposição para a transgressão anda bem restringida. Sexo e Hardcore sobreviveram, menos frequentes do que deveriam, é verdade, mas ainda falta algo mais. Falta um desafio aos bons modos, um desafio ao que é sensocomumente correto. Até tenho a herança de anos de desafio na alimentação e na estética pessoal, mas aí tambem já escolhi  me render aos apelos da saúde, do comedimento, da não  extrapolação. E é esta a turnê 2010 da Mulher Asterísco. Enfim, enquanto eu ponho limites em mim mesma e me educo para ser saudável e bom exemplo para minha filha, algo em mim continua gritando. Me orgulho da jornada, mas não aceito domar totalmente o perigo em meu olhar. Pois bem, desde então, elegi o meu comportamento perigoso favorito: sol sem proteção. Em segredo, claro! E vez por outra, como ontem,  passo o dia no sol sem filtro solar.
Hoje, meus lábios queimam...Não há comportamento de risco sem consequências.

6 comentários:

Diego disse...

Eu hein. Doida. Que diacho de transgressão é essa.

Mulher Asterísco disse...

Isso, menino Diego, é uma vidinha besta que só ;-)

Fred disse...

Nossa... muito bom isso, menina! Gostei do texto e do teu estilo. Eu ainda fumo... e ainda bebo... ughh! Adorei tb teu nickname: Mulher Asterísco soa como nome de super-heroína... hehe! Beijos!

Gato de Cheshire disse...

Mas gente... Logo esse mulé.... Tah, concordo q tudo fica num tom muito careta, pequeno burgues e sem graça se vc n segue nenhuma contravensão, mas essa me aprece uma contravensão meio careta e perigosa, criatura!!!!!

Si lá.. Joga papel na rua (essa tb é terrivel), ultrapassa sinald e transito vez ou outra, dirige sem cinto.. Mas coloca o filtro...

Enfim..

Adorei sua observações dos cabelos lá no blog..

Mulher Asterísco disse...

Gato, pensa só, se eu jogar papel na rua ou ultrapassar sinal, todos vão ver e pronto perdeu a graça. Eu ando com o filtro solar a tiracolo, só não passo. Crime Perfeito. Ninguém desconfia.

Gato de Cheshire disse...

rsss

vc é terrivel..

Bem...

Qto a hospedagem no Rio, nos eu caso a gente substitui pra um lanche a tarde.. Pode ser????