quarta-feira, 10 de março de 2010

Acontece, Irmão!

O cinema ontem rendeu. Fui com uma amiga assistir "O Amor Acontece" e gostei. Pra quem vai não muito pretencioso ou só afim de ver a musa Jennifer Aniston cada vez mais linda - como era o meu caso - vai gostar.
O filme é uma típica comédia romântica estadosunidense com aquele baque de amor ao primeiro cruzar de olhos. Um quer, o outro caga. O outro quer, o um faz charminho. Um dos dois é super compreensivo e ajuda na aceitação dos bloqueios do outro... e assim vai.
Pra variar, eu chorei, mesmo já sabendo desde o início que aconteceria algo fofo e sabendo que nada daquilo funciona na realidade. Na verdade chorei, porque lembrei da última vez que, efetivamente, falei "pode contar comigo".
Resumindo: pra quem tá precisando rir um pouco ou querendo ainda acreditar em coisas fofas, tá aí um filme pra nos tirar de casa e fazer a gente se entupir de pipoca, coisa que adoro.

Na saída, decidimos voltar e ver se estava passando algo. Demos de cara com "Entre Irmãos" - filme que tava na lista dos 395 filmes que preciso ver - que teria começado 5 minutos antes. Corremos. Chegamos antes do trailler da seguradora.
Eu A-DO-RO imendar um filme no outro. A-DO-RO. Apesar do frio no cinema e reclamações a parte, foi bem agradável.
O colírio da vez ficou por conta da Jake Gyllenhaal, que está absurdamente lindo com aquela barbinha gostosa de cafajeste. Esse filme me ganhou também pela atuaçao impecável das atrizes mirim Bailee Madison e Taylor Grace Geare, principalmente a primeira. Eu adoro crianças. Acho fofo criança no cinema mas, se não sabe atuar, que fique no parquinho. Sou tão crítica com crianças quanto com adultos. É por isso que eu odeio novela das 6. Até hoje tenho vergonha da globo por ter lançado o Pedro Malta como personagem principal de Coração de Estudante, mas enfim...
O bom de ver dois filmes seguidos e totalmente diferentes é perceber que todo ser humado tem um amor e uma dor guardados intrinsecamente. Seja o um consultor sentimental ou o fuzileiro naval exemplar.
Nesse caso, apesar do bonequinho do "O Globo" estar dormindo na crítica desses dois filmes, a bonequinha aqui acorda para o primeiro e bate palma para o segundo.

Ps.: Não consigo gostar do Tobey Maguire.
h'[m]

7 comentários:

Paulo disse...

Jake Gyllenhaal é uma delíciaaaaa! To doido pra ver o Príncipe da Pérsia com ele! Tobey Maguire eu concordo, é bem sem sal... no máximo, pode despertar o lado fetichista quando veste a roupinha colada do Homem-Aranha, haha!!

Mas eu tenho um problema enorme com filme romântico... não tenho o menor saco, me dá nos nervos, não consigo assistir!! Qualquer filme que se encaixe nos adjetivos "meigo, fofo, água com açúcar", eu corro três quilômetros deles... e não, não sou insensível não, muito pelo contrário, sou bem romântico até quando namoro! Mas filmes nesse estilo não descem mesmo...


beijo!

Guará Matos disse...

Estou há um bom tempo em me sentar diante de uma "telona". preciso reeducar-me e voltar aos bons momentos.
Bjs.

Vaca Jersey disse...

Hummm... valeu pelas dicas! E acho super válido chorar em romancezinho. Hehehehe!!! Perfect!!! E o Tobey é um c*gado mesmo!!! Hehehe!!! Beijozz!!!

LuDantas disse...

Nossa fe..to louca pra ve
e se vc aprovou o filme.. entao deve ser bom..
olha.. esse parece um filme d minha vida ahahahaha
brincadeiras a parte
a senhora nunca foi n cinema comigo ... hunf
(ciuminho)
beijooss
e add o blog do cla ai

Wans disse...

Entre Irmãos é um filmaço! Gostei muito da história. E gostei da atuação dos três. Realmente Jake e Tobey parecem irmãos na vida real, não?

AD disse...

Não vi os dois, tô meio lerdo pra cinema. Vlw pelas dicas.

Lobo Cinzento disse...

Eu venero quem consegue emendar um filme no outro. Não tenho cacife pra isso. Nem dinheiro ahauahauahu.

E Tobey Maguire é muito sem graça mesmo. Sei lá, inexpressivo. Freak XD.